domingo, 2 de janeiro de 2011

Mandala



Chegou a hora de desmanchar, mais uma vez, a Mandala que construímos durante todo ano.
Uma das mais antigas tradições do budismo Tibetano é a criação de Mandalas de areia colorida.
Grupos de monges dedicam dias, e às vezes semanas, à construção destas autênticas ferramentas de modelação espiritual feitas de milhões de grãos de areia colorida que, depois de prontas, são santificadas e destruídas com a mesma devoção e dedicação com que foram construídas.
"Tudo começa com o vazio."
É necessária muita paciência e muito cuidado, num estado de profunda meditação.
Os monges utilizam pequenos utensílios perfurados, semelhantes a pipetas, para distribuir a areia com a precisão de um bisturi.
Após a conclusão, a Mandala é santificada e inicia-se o processo de destruição, que se desenrola
de modo extremamente estruturado.
Para finalizar, toda areia utilizada é reolhida e lançada à água.
Este procedimento simboliza a transcedência da vida e o despojamento em relação ao mundo material - o desapego.
O ritual dá vida a dois dos mais contudentes - e dificeis de colocar em prática -preceitos do budismo: a impermanência e o desapego.
Passemos, então, ano a ano, a construir nossa Mandala com dedicação integral, lembrando que nada na vida é permanente(panta rhei -tudo flui), e que não existe morte que não seja seguida de renascimento.
Desmanchemos agora, com total desapego, a Mandala à qual nos dedicamos pelo ano inteiro de 2010, e dediquemos cada um dos dias de 2011 para a construção de uma nova Mandala.
Ao final, assim como agora, poderemos contemplar o resultado de nosso esforço de um ano inteiro, e desmanchá-la mais uma vez, dando lugar para um novo trabalho, num ciclo que se renova( Mandala =círculo)
Nada é permanente, perene. Tudo é passível de mudanças, tudo é passageiro.
O apego às coisas, à própria rotina, nos impede de abrir espaço para o novo.
E para que 2011, seja um "ano novo", temos que fazê-lo novo.
VIDA é transformação constante!
Feliz ANO NOVO!!!!

8 comentários:

So artes disse...

Oi querida, que saudade!
Esta aproveitando as ferias? Espero que sim, viu?
Amiga, também te desejo um 2011 maravilhoso e super feliz, viu?
Vamos juntas rumo as artes criativas *Ü*
beijinhos carinhosos
So

Eliete disse...

Amiga,me passa seu endereço novamente pois perdi o papel.Quero levar seu presente.
Conseguiu mais alguma doação de lãs com suas amigas????Bjs.Eliete

Nile e Richard disse...

Oi Meninas.
Lindo mendala.
Adorei conhecer a história.
Obrigado por partilhar.
Mais uma vez

HAPPY NEW YEAR
O nosso caminho é feito
Pelos nossos próprios passos...
Mas a beleza da caminhada...
Depende dos que vão conosco!
Assim, neste NOVO ANO que se inicia
Possamos caminhar mais e mais juntos...
Em busca de um mundo melhor, cheio de PAZ,
SAUDE, COMPREENSÃO e MUITO AMOR.
Feliz Ano Novo para você e família.
Bjtos.Nile.

kaire de souza camargo disse...

Oi Marcia tudo de bom boas ferias e bom ano criativo quero ver logo outras belesas tuas lindo 2011 beijos Kaire!

Hana disse...

Oi querida, eu adoro textos assim, são tão ricos, eu li e reli, muito bom, que admiração tenho por vc, a sabedoria é infinita e hoje este foi meu aprendizado aqui, que bom que já esta com computador, eu tbém não vejo mais sem, embora não entenda muito de computador só sei escrever nele, ligar e desiligar, rssss.
com carinho
Hana

J Araújo disse...

Com certeza, a vida é um ato continuo de construção, esperamos que a proxima mandala seja menos complexa do que essa que hora chega ao fim.

Parabéns pelo belo texto

Bjs

laurinhando por ai disse...

Oi!!!
Linda a mensagem!!!!
Quero um dia conseguir esse desapego....
confesso que ainda é difícil!!!
Mas...o tempo e a sabedoria que mvamos colhendo vai me ensinar a chegar lá.
\feliz 2011
Laura

Kristal disse...

Adoro mandalas, que linda! Bjs